Bitcoin Forum
October 23, 2017, 09:03:42 PM *
News: Latest stable version of Bitcoin Core: 0.15.0.1  [Torrent]. (New!)
 
   Home   Help Search Donate Login Register  
Pages: [1]
  Print  
Author Topic: [OFF-TOPIC] BACEN vai obrigar acionistas, credores e o povo a salvar bancos  (Read 807 times)
DanielBTC
Hero Member
*****
Offline Offline

Activity: 785



View Profile WWW
May 09, 2013, 07:43:27 PM
 #1

Nova legislação vai permitir também o uso de recursos públicos para resgatar bancos que representem riscos para o sistema financeiro


Eduardo Cucolo, Eduardo Rodrigues e Renata Veríssimo, da Agência Estado
BRASÍLIA - O Banco Central prepara um projeto de lei sobre intervenções bancárias, que obriga acionistas e grandes credores a cobrir perdas e capitalizar bancos cuja insolvência represente risco para o sistema financeiro. A nova legislação também vai permitir o uso de recursos públicos para salvar bancos, o que está proibido desde 2001. (@DanielBTC criaram toda uma legislação para possibilitar usar o dinheiro publico para salvar bancos, lindo isso)

A ajuda, no entanto, só pode ocorrer depois que os acionistas tenham usado seus recursos no banco para tentar resolver o problema. A proposta está em análise no governo e não tem data para ser enviada ao Congresso.

Segundo o BC, não se trata de um novo Proer, o programa de reestruturação do sistema financeiro utilizado na década de 1990 para socorrer instituições como Bamerindus e Econômico. "O Proer não imputou nenhuma perda a acionistas no início. Eles perderam no final do processo de liquidação. Agora é diferente. Na partida, você já faz com que eles arquem com a perda", afirmou Maurício Costa de Moura, da diretoria de Organização do Sistema Financeiro do BC.

Um dos principais pontos da nova proposta é a possibilidade de usar o mecanismo conhecido como "bail-in" para intervir em bancos em situação que represente risco para o sistema financeiro. O primeiro passo é usar o valor dos papéis dos acionistas para cobrir a perda do banco. Se o valor não for suficiente, grandes credores (donos de papéis de dívida subordinada) podem ter seus títulos convertidos em ações, que também podem ser usados para cobrir o rombo.

A terceira opção é usar o dinheiro de depositantes que não esteja protegido pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que garante depósitos até R$ 70 mil, valor que vai subir em breve para R$ 250 mil, por depositante.

Liquidação. Segundo o BC, hoje não existe a conversão compulsória de ações e títulos para cobrir perdas logo no início do processo. Quando o banco sofre intervenção, é feita venda de ativos para cobrir perdas, e o acionista só arca com o prejuízo ao fim de um longo processo de liquidação. No novo regime, o objetivo é evitar a liquidação da instituição ou de parte dela.

O uso de recursos públicos para capitalizar o banco, o que é chamado de "bail-out", seria a última hipótese. Essa é a opção que foi usada nos últimos anos para resgatar instituições financeiras nos Estados Unidos e na Europa, onde governos se tornaram acionistas dos bancos.

Tanto o uso do "bail-in" como de recursos públicos só pode ocorrer em instituições que apresentem risco sistêmico, segundo entendimento do Conselho Monetário Nacional (CMN), que reúne o presidente do BC e os ministros da Fazenda e do Planejamento. Bancos de menor porte ou que possam ser liquidados sem contaminar o sistema vão para liquidação extrajudicial.

Agilidade. Para o BC, a proposta tem como objetivo ainda acelerar o processo de liquidação dos bancos, que hoje dura em média nove anos, e reduzir contestações judiciais. Segundo o presidente do BC, Alexandre Tombini, a legislação atual sobre o assunto, de 1974, está defasada e a instituição havia preparado uma proposta em 2008, que acabou sendo refeita após a crise iniciada naquele ano.

"Optamos por acompanhar e participar da ampla discussão internacional sobre o tema, e incorporar ao nosso anteprojeto as lições aprendidas com a crise financeira internacional de 2008 e todo o debate que ocorreu posteriormente", afirmou. "Incorporamos também lições do nosso dia a dia vivenciadas nos últimos dois anos", disse, referindo-se às intervenções recentes em instituições como o Cruzeiro do Sul.


[Daniel BTC] - 6 AB (after bitcoin) - 1AReKSgPStqqnssB95vJWL2TYzWcDeRVaS
http://www.usandobitcoin.com.br - Bitcoin para Iniciantes
OTC: DanielBTC
Advertised sites are not endorsed by the Bitcoin Forum. They may be unsafe, untrustworthy, or illegal in your jurisdiction. Advertise here.
DanielBTC
Hero Member
*****
Offline Offline

Activity: 785



View Profile WWW
May 09, 2013, 07:43:58 PM
 #2

[Fonte: http://economia.estadao.com.br/noticias/negocios-setor-financeiro,banco-central-quer-obrigar-acionistas-e-credores-a-salvar-bancos-insolventes,152854,0.htm]

[Daniel BTC] - 6 AB (after bitcoin) - 1AReKSgPStqqnssB95vJWL2TYzWcDeRVaS
http://www.usandobitcoin.com.br - Bitcoin para Iniciantes
OTC: DanielBTC
nikkus
Legendary
*
Offline Offline

Activity: 1446


View Profile
May 09, 2013, 09:04:48 PM
 #3

O que preocupa de td isso é que se se todasssss essas medidas n derem resultado, vão acabar fazendo o mesmo que em outros paises... Um conselho, olhem o que fazem e o que estão fazendo aqui na Europa, e cuidado pro Governo Brasileiro n imitar... Mas só pra lembrar:

- Chipre
- Portugal
- Espanha
- Italia
- Irlanda
- Grecia

ESPERO que n chegue ao que passa/passou nesses paises!

1NikkusCFVtadafW15HZw3up9xo23fi5UD
PGP Key: http://pool.sks-keyservers.net:11371/pks/lookup?op=get&search=0xBBAB337F14D69D08 | j=abs(j-1)
Tox ID: 6E179B4A85329D20274DC8142BB03B2006486CA1C5327DF000A87A1065FE425934B7706AD96F
Pages: [1]
  Print  
 
Jump to:  

Sponsored by , a Bitcoin-accepting VPN.
Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.19 | SMF © 2006-2009, Simple Machines Valid XHTML 1.0! Valid CSS!